Foi aprovado pelo Conselho curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS),novas regras para o uso do dinheiro do fundo para financiamento de imóveis do programa habitacional Casa Verde e Amarela, para famílias com renda familiar mensal bruta de até R$ 7 mil.

A nova proposta aprovada na reunião unificou as taxas de juros para todas as famílias que ganham até R$ 2 mil mensais. Sendo assim, os juros finais passam a ser de 4,25% ao ano, para cotistas do FGTS, e 4,75% ao ano, para quem não é cotista, das regiões Norte e Nordeste. Para o Centro-Oeste, Sul e Sudeste, será 4,5% ao ano, para cotistas do FGTS, e 5% ao ano, para quem não é cotista.

Para as famílias com renda mensal bruta entre R$ 4.000,01 e R$ 7 mil a taxa de juros das operações será de 7,66% ao ano, até 31 de dezembro de 2022, 0,5 ponto percentual menor do que a taxa atual.

Além da redução de juros, a partir de agora começa a valer a ampliação do teto do valor dos imóveis considerados habitação popular, que varia de acordo com a região e o tamanho da população local, novas faixas entre R$ 135 mil e R$ 264 mil, conforme as Resoluções CCFGTS 1.008/2021 e 1.009/2021.

https://extra.globo.com/economia/financas/castelar/comecam-valer-novas-regras-para-casa-verde-amarela-entenda-reducao-nos-juros-o-aumento-do-teto-do-valor-dos-imoveis-25254534.html

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

WhatsApp Chat